Diário d'Inês

quarta-feira, janeiro 30, 2013

Feliz Aniversário Mãe

Querido diário,

Minha querida mãe,


É com enorme tristeza que é o primeiro ano da minha vida que não passo este dia contigo. Todavia, longe dos olhos mas perto do coração. Afinal, mãe é mãe. E por ser assim, não me tens a mim a teu lado, mas tens a tua mãe, que é mãe duas vezes. E isso ainda é muito importante. 
Não podemos deixar que a vida passe por nós, nós é que temos de passar pela vida. E os nossos momentos juntos, são a prova disso. Sorrisos e gargalhadas até não poder mais. Falo de tudo contigo, aquilo que for preciso. És a minha melhor amiga, sem sombra de dúvida. E mais importante que tudo, sei que vais estar sempre aí para mim. Não importa o quê. Até nos momentos mais tristes, conseguimos passá-los a sorrir. É a nossa vontade de estar aqui e de viver cada minuto, que nos leva além fronteiras. E o resto? O resto que se lixe. Vem depois!
És das pessoas mais fortes que conheço e orgulho-me de ti. Amar a nossa mãe é uma coisa, amar e ter orgulho por tudo o que ela é, é outra. Vejo-me muitas vezes em ti, como se me olhasse ao espelho. Mas cada uma de nós, à sua maneira. Tenho orgulho em tudo o que tu és, pela maneira como lutas pelas coisas, pela forma como consegues viver e levar vida e pelas mais pequenas coisas. És um exemplo a seguir. Tomara muita gente ser como tu. Não conseguem ser. Não só porque és a minha mãe. Bom, na verdade talvez um pouco. Mas só mesmo um bocadinho.
E palavras para quê? Agradeço do fundo do coração, tudo o que tens feito por mim. Não por me teres sustentado, porque isso, isso não é nada. O dinheiro não vale aquilo tudo que foste para mim. Aliás, nem consegue pagar metade. Mas sim, também, quando trabalhar a sério, ofereço-te uma mala Channel. Hoje ofereço-te "isto" e uma velinha virtual para soprares.

Felizmente hoje existem estas modernices de blog e uma pessoa ainda consegue fazer algumas coisas engraçadas. Assim, deixo-te algumas frases que mereces sem dúvida ler. E algo ainda mais importante, hoje e sempre, para mim és uma Rainha. E hoje terás de te sentir assim, no teu dia!

Muitos Parabéns, que contes muitos e que eu os vejo, sempre a teu lado :)






PS. No fim de semana festejamos!

Saudações aniversariantes!

sábado, janeiro 26, 2013

Coelhinhos

Querido diário,

"Eu sou o benniezinho, embora pequenino, sou fofinhoooo! Fofinhooo!"




O meu mini-lop! Anda fofinho, mas anda com a lua. Fazer pi onde lhe apetece, largar uns conguitos e agarrar-se à minha perna, está a tornar-se o seu passa tempo preferido! 

Ainda não tinha falado aqui... Mas ter um coelho é das melhores coisas que pode acontecer para quem gosta de animais. Adoro cães e amo o meu Grande Ted, mas em Évora seria impossível ter um cão. O tempo, dedicação e responsabilidade a ter com um cão é muito maior que a de um coelho. O cão é sem sombra de dúvida, o melhor amigo do homem. Mas há pessoas, que mesmo assim, não conseguem ter dedicação a todos os níveis para os cães, até que podem acontecer desgraças. Há pessoas sem noção do que um cão pode fazer e do que se pode tornar. Há pessoas sem noção das necessidades de um cão. Há pessoas que não sabem, que os cães sofrem. E muito. "Tu tens muitos amigos, mas eu só te tenho a ti". Assim, se não sabem, dou um conselho, não os tenham. É preferível.
Há sempre um estudo a ser feito antes de ter um cão, aliás, antes de ter qualquer animal que seja. Há que ter noção que vamos adquirir uma responsabilidade, por toda a vida do animal. E se os temos é para lhes darmos qualidade de vida.
 
Falando de Bennie's... O coelho consegue fazer companhia, estar solto e aprender onde fazer o xi, dá beijinhos e miminhos e nota-se a evolução dele de dia para dia quando ganhamos a sua confiança. Eles sentem a nossa falta e são felizes quando nos vêm.  São muito comilões e pedinchões de comida. É muito giro ver eles a conhecerem a casa e as coisas novas, mergulhando em várias aventuras. Eles são quase como cães. Silenciosos apenas. Tudo depende do carinho, amor e dedicação que damos aos animais. Se pensa comprar um animal de estimação, acha os coelhos uma fofura e não tem muito tempo livre... Informe-se, porque é uma excelente opção! Adquira um coelho :)

Em época de exames de grande stress, de vários obstáculos que surgem... ele é a paz da minha alma, apesar de tudo.

Saudações fofinhas!

quarta-feira, janeiro 16, 2013

Salada de agrião com presunto e nozes

Querido diário,

Apesar dos dias frios... Esta salada é tão boa que vale a pena aproveitar!

Ingredientes (2 pessoas):
- 1 pacote de agriões baby (não coloquei todo)
- 2 fatias de broa de milho
- Tiras de presunto
- 6 a 8 nozes
- Uvas (cerca de meio cacho pequenino)
- 1 maçã 
- Coentros q.b. (caso tenha, adicione)
- Queijo parmesão ralado (compro inteiro e ralo na altura apenas).


Preparação:

Lave os agriões (e os coentros) e coloque num recipiente para salada. De seguida, coloque o miolo de noz, o presunto cortado às tirinhas, as uvas partidas ao meio (sem os caroços) e a maçã com casca cortada em pedacinhos. A broa de milho, corte duas fatias aos bocadinhos e leve ao lume numa frigideira com um fio de azeite. Quando os bocadinhos começarem a ficar torrados, retire do lume e coloque na salada, vai fazer com que esta não fique tão fria. Por cima, rale o queijo parmesão. Tempere a gosto e sirva!

Nota: experimente substituir o presunto por camarão cozido, fica uma delícia!

Saudações gulosas ;)

terça-feira, janeiro 15, 2013

Salsichas com molho mostarda

Querido diário,

Na tentativa de fazer uns hamburgueres recheados com molho de mostarda, saiu outra receita até mais simples. Os hambúrgueres recheados que a minha querida mãe comprou, para experimentar, não valiam nadinha e sabiam maaaaal!! Arg! Uma vez que já tinha os coentros picados... Aqui vai uma receita rápida e... para a engorda! eheh.

Ingredientes:

- 1 frasco de salsichas Bockwurst 380g - marca continente.

- Coentros q.b.
- Azeite q.b.
- Duas colheres de sopa de mostarda.
- Uma colher de café de mel.
- Batata doce para acompanhar.

Preparação:
- A batata doce, corte-a em rodelas fininhas, com casca e frite-as em óleo bem quente. Tire-as para papel vegetal/absorvente e tempere com sal e oregãos.
- Numa frigideira coloque azeite, os coentros picados, duas colheres de sopa de mostarda e  uma colher de mel. Deixe aquecer e misture tudo bem. Coloque as salsichas e envolva no molho, até estarem bem quentinhas. Atenção, não deixem queimar os coentros.

É só servir e deliciar-se!!

Nota: Não se nota mesmo aquele sabor a mel, serve para disfarçar a acidez da mostarda, ficando com um paladar mais doce! Estas salsichas do continente, para mim são as mais saborosas!

Saudações gulosas!

segunda-feira, janeiro 14, 2013

Bennie

Querido diário,

Se o meu coelho falasse, iria ser mais ou menos assim:

"Querido diário da minha dona,
"Prazer, sou o coelho Bennie!"

Sou o coelho bennie. Bem orelhudo e felpudo. Adoro comer e adoro a minha dona. Ultimamente, penso que tenho sido um terror, diz ela. No outro dia, chegou uma coisa nova, grande para me porem lá dentro. Era a minha nova casa. Enfiaram-me lá e fui cheirar tudo. Tem uma casota onde eu não me ponho muito, porque o meu rabinho custa a passar nela, então ponho-me em cima dela para ver melhor tudo cá fora. O coiso do feno agora também é novo, quando dou às patas, não consigo tirá-lo tão bem como o outro e faz barulho. Entretanto também roí o coiso novo por onde bebo água, que tinha algo de silicone e pensei que era para brincar. Penso que afinal não era. Chutei aquilo pra fora e fiquei sem água de noite. No outro dia, vi uma cena grande e alta de tecido, pensei subir para lá. Quando subi, caí no vazio dentro de uma cena grande de onde não conseguia sair. A minha dona sentiu-me e tirou-me de lá. Era o cesto da roupa suja, disse ela. Que gigante! Nas férias, fui para casa da avó. Descobri que no sitio onde me deixam durante o dia, consigo ir do sofá para cima da secretária, de onde vejo tudo! Adorei e vou sempre para lá. Não gosto muito quando a minha dona me apanha lá e me pega ao colo. Apanhei lá o telemóvel da minha dona, com uma capa mesmo boa para comer. Comi tudo o que consegui até ela chegar. Ela ficou muito bruta. À noite, fico com ela no quarto. Durmo sossegado debaixo de uma cadeira em cima de um tapete quentinho, também me estico lá todo. Lá em cima, na casa da avó, escorrego muito, o chão é brilhante e deslizo bastante, dizem que é parquet. A minha avó é bem fixe porque me enche de comida, verduras e mimos no focinho. O avô, vem sempre brincar comigo antes de ir deitar. Ah, e há outro elemento. É o Ted, é um uma coisa enorme peluda de boca grande, dizem que é um cão. Não é igual a mim, mas ele adora ver-me. É porque sou fofinho e pequenino. No Natal, como eles lhe chamam, todos recebemos prendas. Tive direito a ir para a sala ver tudo! Ganhei uns biscoitos de fruta! Nessas férias, descobri um canteiro que a minha avó tem que é o paraíso. Comi ervinhas, plantas e uma flor, mas a minha dona não deixou e ralhou sempre. Sou feliz naquele quintal. Voltei para minha casa em Évora. Já nela, estava na cozinha um recipiente novo, tive de ir ver. Quando subi, enfiei-me dentro de água ia morrendo de susto. A minha dona veio socorrer-me. Meteu-me toalhas e levou-me pró sitio onde ela se lava. Lavou-me com uma cena que deita água em repuxo. Tirou-me pra cima de toalhas e secou-me com um coiso que deita calor. O meu dono também apareceu para ver de mim. Senti-me tão bem. Até de patas para o ar eu estava. E estava a ficar cada vez mais seco! Que bom! Depois meteu-me na cama um pouco e deixou eu sair. Fiquei no quarto que estava meio quentinho, só depois fui para o resto da casa. Fiquei como novo! E mais clarinho! Espero não voltar a repetir. Esqueci de contar, quando fui ao médico pela primeira vez. Apanhei uma médica que me adorou e me viu todo. As meninas também eram fixes. Pesaram-me, tenho 1,800kg! Levei uma pica que nem doeu. Depois, tive de levar umas seringadas que disseram que era desparasitante. Detestei. Foram os meus donos que me deram à força. Na segunda ida, não gostei. Não souberam pegar em mim. A médica disse que eu era um grande macho por ter a pilinha grande. Foi ela que disse, juro. Levei a segunda pica mas já não levei com desparasitante. Agora tenho andado calmo. Brinco e corro à volta dos meus donos, peço mimos e sempre que posso cravo comida. Adoro tudo. No outro dia consegui trincar uma maçã. Estiquei-me todo até ao cesto e consegui dar umas trincas. Depois fui apanhado. Também gosto de comer a vassoura que tem borracha à volta. Mas melhor, é aquela porta que se abre e vem frio de lá de dentro, há lá tantas verduras!! Não me deixam comer nada. Resumindo, sou um comilão. Agora bebo água de uma taça grande que encontrei, quando ando solto pela casa. Sabe muito melhor! Não me lembrando de mais nada importante, vou por-me bolinha e dormir a sesta! Até à próxima!"


"Bate aí uma foto miúda!"

"Adoro Aipo!!"

"Descontrair no tapete fofo na casa da avó"

"Sabe tão bem vir até à caminha da dona de manhã!"

"Adoro o quintal!"
"O meu primeiro Natal, a minha primeira prenda! Biscoitos de fruta!"

"Não percebo porque não posso estar em cima da secretária!"
"Dedico a ti, todo o meu tempo extra! Obrigada Orelhudo, por fazeres parte da minha vida. - Inês"

Pronto diário, era mais ou menos isto!

Saudações roídas! ;)

quarta-feira, janeiro 09, 2013

Dias de 2013

Querido diário,

Em época de exames, todos os dias são poucos. Todos os dias, deviam ter mais de 24 horas. Mas, tive de aproveitar as 24 de hoje, para desejar a todos um fantástico ano 2013, visto o 13 como número da sorte e não do azar. Ainda que atrasados, ainda estamos no início.  A calma, a paciência e a esperança, são palavras de ordem para o que aí vem. Egoísmo de lado, este ano todos precisamos uns dos outros.
Lembrem-se todos, o segredo é o gosto pelas coisas mas pequenas que este ano nos vai trazer, é que nos faz viver e é que faz para nós, um excelente 2013!

Saudações queridas!