Diário d'Inês

sexta-feira, dezembro 23, 2016

Neste Natal o presente sou eu

Querido diário,

Neste Natal o presente sou eu contigo. Contigo onde me lembro do cheiro daquelas manhãs quentes de Natal. Cheirava a fritos das rabanadas e filhoses do dia anterior. Cheirava à lenha queimada e conversas desvanecidas no fumo penetrante da sala. Contigo cheirava ao chá fervido, que aquecia a manhã, enquanto eu, criança, acordava num alvoroço. Cheirava aos doces sorrisos. Ouvia sorrisos ao correr pelo corredor até à lareira onde já não estava a minha bota. Encontrava os presentes. Mal sabia eu que os presentes não eram aqueles. Os presentes eram vocês. Os presentes, agora, encontram-se debaixo da árvore. Existem as meias na lareira, onde cada um oferece o seu. As meias, também elas são poucas. Mas têm o cheiro de uma vida. Têm as histórias dos que partiram e o viver dos que ficaram. E neste Natal o presente sou eu contigo, minha avó. Neste Natal, ainda estás comigo.


Sem comentários:

Enviar um comentário